sexta-feira, 24 de janeiro de 2020

Natalia Partyka: Uma Verdadeira Inspiração

Já tinha visto alguns vídeos mas ontem vi-a ao vivo:



Natalia Partyka é uma atleta polaca que nasceu sem mão e antebraço e ontem no Multiusos de Gondomar conseguiu pelo seu país a quarta classificação para os Jogos Olímpicos (e Paralímpicos). Ou seja, tanto joga contra atletas saudáveis, como com os atletas que, como ela, apresentam deficiências físicas. 

É verdadeiramente assombroso ver uma atleta sem uma mão segurar a bola com a ajuda da raquete em cima da curvatura do cotovelo e jogar da forma como joga. Só pode ser uma verdadeira inspiração para todos aqueles que de alguma forma têm alguma contrariedade física. 


quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

Foi o SNS Que me Salvou Porque os Hospitais Privados é Só Fachada

https://www.thisismoney.co.uk/
Dia de análises. Lá fui em jejum até à cidade. Meia hora no pára-arranca do Freixo ao Túnel da Ribeira. Aproveitei e pelo caminho encontrei-me com o John para lhe entregar um agave dragão que há meses tinha encomendado para ele. É sempre uma oportunidade para praticar o inglês. Lá me desenrasquei e ele percebeu onde é que eu estava e depois ainda lhe dei boleia até perto da zona onde ele vive. Antes das análises passei na farmácia do ambulatório para levantar a droga que o meu Estado paga para eu me injetar. São cerca de mil euros todos os meses - obrigado Sistema Nacional de Saúde!, ainda que pareça que muita gente queira implementar em Portugal o sistema de saúde dos Estados Unidos, baseado no segurozinho de saúde privado, e em que se paga 2500€ por chamar uma ambulância ou em que as pessoas estão todas a morrer porque nem sequer têm dinheiro para pagar a insulina. Antes do número 22 ser chamado saquei d' As noites Brancas e li mais algumas  páginas e depois lá rumei hospital adentro para as análises. 

Antes de vir embora, junto à saída, duas senhoras que não se conheciam encetaram uma conversa de circunstância. Mal ouvi "foi o serviço público que me salvou" fiquei de orelhas espetadas para ouvir o resto.

"Eu tenho uma doença degenerativa, neurapatia, que é a doença dos músculos e já tinha um linfoma. No hospital privado já tinha gasto mais de cinco mil euros e não conseguiam descobrir o que tinha. A minha sorte foi ter vindo para o serviço público porque descobriram logo o que tinha. Os hospitais privados é só fachada".

Testemunho tão revelador que não tenho mais nada a acrescentar. 

segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

Junta Trolha



Ao longo da minha vida terei ido talvez a uma ou duas juntas médicas e terei tido necessidade de uns quantos atestados para os mais variados fins. 
Entretanto há poucos dias os médicos reuniram e ameaçam deixar de fazer juntas médicas porque acham que estão a ser desaproveitados com tarefas menores como atestar que determinada pessoa está doente ou incapacitada para o trabalho. E como brevemente estou a pensar submeter-me a um processo de apuramento de incapacidade, e visto que corro o risco de não poder ser visto por médicos, talvez o melhor seja deslocar-me a um edifício em obras para ser visto por uma Junta Trolha. Talvez os trolhas ou outros quaisquer profissionais, sejam as pessoas indicadas para atestar perante o Estado a minha incapacidade de reivindicar os apoios que tenho direito, visto que os médicos acham que não devem fazer esse tipo de trabalho menor. 

quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

Apanha-se Mais Depressa Um Aproveitamento Político Que um Coxo


Marcelo Rebelo de Sousa a ser Presidente da República fazendo coisas importantes e com batalhão de jornalistas atrás. Mas fugindo sempre do aproveitamento político. Porque mostrar-se a cortar o cabelo é, de facto, algo verdadeiramente relevante para a nação. Receber o maior ícone da luta pelo Ambiente seria, como o próprio disse "aproveitamento político". Só que, apanha-se mais depressa um aproveitamento político que um coxo!