domingo, 16 de dezembro de 2018

Vagos Open Air 2010

Às vezes, ao revermos fotografias com uns bons anos, reparamos em momentos engraçados, como aquela menina que que junta as mãos em jeito de prece, como que pedindo por favor qualquer coisa. Enquanto isso, em primeiro plano, outra menina, de cabelos arroxeados se prepara para ajeitar os óculos enquanto ouve atentamente a amiga. Para o ano, se ainda por cá estiver, talvez relembre como conheci uma das minhas melhores amigas, precisamente aqui, no primeiro ano deste festival. E já vai fazer dez anos!




sábado, 15 de dezembro de 2018

Afinal Quem é Que Sabe Verdadeiramente de Futebol?

2018 foi ano de Mundial de Futebol e, em boa verdade, eu cada vez menos ligo ao fenómeno. Acho que os únicos jogos completos que vi, foi mesmo da Seleção Portuguesa. Talvez porque, ainda assim, apesar de cada vez mais afastado da bola, a nossa Seleção ainda é a equipa de todos nós. 

Na empresa, aproveitando já o facto de algumas pequenas apostas que se iam fazendo - quantas vezes o meu colega tinha a certeza que deveríamos apostar em determinado resultado porque íamos certamente ganhar muito dinheiro? - na maioria das vezes apostávamos por brincadeira, para ver quem tinha os melhores palpites, muitas vezes apostávamos até sobre a vida das pessoas! - sim, nós lá no trabalho éramos muito criativos (sim, usei o verbo no passado), e quando faltava trabalho arranjávamos sempre com que nos entreter! - e vai daí, lembramo-nos de começar a apostar nos resultados do Mundial. 


Em pleno Mundial de 2018 já várias pessoas tinham ido embora da empresa. A estagiária, responsável pela Qualidade por exemplo. A nossa querida bebé, toda certinha e que não fala muito de si (algo comum aos nativos de Aquário), mas que, no entanto, entre outras coisas, chegou a estar ao meu lado a  ajudar-me a pintar com resina - e não queiram saber o que andamos a fazer porque não foi bonito! - e também ela gostava de futebol e imaginem, que até fóruns de apostas frequentava! Mas ela foi embora no fim do estágio, a 31 de Julho 2017. Porquê? Então porque a seguir entrava Agosto noutra empresa qualquer!

O outro estagiário, um tipo muito boa onda, alto e elegante - de quem cheguei a elogiar o corpinho! - sempre de bem com a vida, que muitas vezes ficava depois da hora a jogar ténis-de-mesa comigo, e que aos quarenta anos quer estar a viver dos rendimentos (mas que se calhar é um nadinha ingénuo e que não conhecia a palavra cuninlingus) já tinha ido embora quinze dias antes porque há muito tempo que lá no departamento de Investigação e Desenvolvimento não andava a investigar nada do que era suposto! Ainda assim meu caro, ninguém termina um estágio a quinze dias do fim! Só mesmo tu!

Saída após saída, a verdade é que aquando do Mundial só quatro pessoas entraram na brincadeira. A escrivã  e responsável por elaborar as atas foi a Lloyd. E qual Excell qual quê! Reaproveitaram-se umas folhas de rascunho - digam lá que éramos sustentáveis! - e ela foi apontando ali todos os prognósticos à mão. 

Os quatro apostadores eram:

- Eu, um tipo que desde que o "doutor" Relvas retirou o futebol da RTP nunca mais viu sequer um só jogo do campeonato português.
- O "V6", segundo se diz foi um eventual prodígio técnico que se perdeu. Foi até treinado pelo treinador catedrático do futebol português, teve a oportunidade de jogar num clube da primeira divisão e que ainda joga semanalmente Futsal. Ser treinador de futebol para ele seria um sonho. 
- O " Isaac" que é o comum fervoroso adepto de futebol.
- E a Lloyd que já nasceu na década de 90, acha muita graça ao Johnny Depp mas não liga puto a futebol. E sempre que era para apostar perguntava: "quem é que joga nessa seleção?...então acho que vai ganhar a seleção X"!!   

E então quem é que acham que foi o homem que realmente sabe de bola? O que sabe jogar muito à bola, o adepto fervoroso ou aquele que nem vê jogos? Sim, é verdade, em sequer referi a mulher, porque também não estou à espera que me respondam que foi a mulher que nem sequer conhece os jogadores nem as seleções!

Mas para vossa surpresa (minha e de toda a gente lá na empresa!), os resultados foram os seguintes:

Eu apostei em 41 jogos e acertei em 16. Foi por pouco, mas tive a pior percentagem de todos: 39%
Ainda assim, consegui acertar em vários resultados consecutivos, seis ou sete, mas isso não invalidou que fosse o pior nas apostas. Logo, nunca na vida que me meto a apostar em resultados da bola! Ou então... esperem pelo final!

Em terceiro lugar ficou o "Isaac"que acertou em 18 jogos (de 45) com uma percentagem de: 40%

Em segundo lugar o "V6" que acertou em 23 jogos (de 51) : 45%

Surpreendentemente, a pessoa que acertou na incrível percentagem de  53%, ou seja, mais de metade dos jogos!, foi a pessoa que não conhece os jogadores, nem as seleções, nem que se interessa minimamente por futebol! 

Mas isto não se fica por aqui. Estávamos ainda em Julho, e o Sporting vivia tempos conturbados e tinha cerca de dez candidatos à presidência do clube (ainda faltavam desistir uns quantos, incluindo Bruno de Carvalho). A Lloyd, que nem conhecia metade dos candidatos, afirma convictamente o seguinte no dia 16 de Julho: "Vai ser o Varandas que vai ser o próximo presidente do Sporting! E relembro que as eleições só aconteceram a 9 de Setembro! Perante tudo isto eu pergunto:

- Afinal, quem é que sabe verdadeiramente de futebol? 

sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

As Portas da Felicidade

Algures no Castelo de Guimarães - Maio de 2012

"Quando uma porta da felicidade se fecha, outra se abre, mas costumamos ficar a olhar tanto tempo para a que se fechou que não vemos a que se abriu." 

Helen Keller (1880-1968)