sábado, 2 de junho de 2018

Entrevista a uma Mulher que Gosta de Pornografia

A grande generalidade das pessoas, a começar pelos homens, tem a ideia estereotipada de que as mulheres não gostam e por isso não vêem pornografia. Muitas pessoas acham, erradamente, que pornografia é sinónimo de coisa de homens, um produto consumido quase em exclusivo por eles, isto apesar de cada vez mais frequentemente serem divulgados estudos que provam precisamente o contrário. Já se sabe, por exemplo, que as mulheres consomem cada vez mais pornografia e um estudo recente veio mesmo demonstrar que as mulheres já vêem mesmo mais pornografia que os próprios homens nos telemóveis. E eu mesmo ao longo a minha vida conheci diversas mulheres, mais ou menos jovens, e que sei perfeitamente que sempre consumiram muita pornografia. Tal como também, conheci  várias mulheres que, por exemplo, nem sequer se masturbam. E foi por saber que muita gente tem essa perceção errada da realidade, que me surgiu a ideia de entrevistar uma mulher que consume bastante pornografia, se calhar bem mais do que muitos homens juntos!

Não esperem por uma coisa extraordinária, afinal, eu nunca tinha entrevistado ninguém, e ainda por cima quem me conhece pessoalmente sabe que eu nunca fui de fazer muitas perguntas. Ainda assim isto foi algo que me divertiu fazer, e quem sabe se até no futuro não surjam novas entrevistas sobre diferentes temas.


Convidei então a French Lady para me responder a algumas perguntas e que talvez possam ajudar a desvendar um pouco mais deste mundo secreto das mulheres. Ela simpaticamente de imediato aceitou o desafio. Como é óbvio quisemos manter a sua identidade sob anonimato, mas para ajudar a traçar o seu perfil, posso-vos dizer que é uma mulher casada, heterossexual, e que está na faixa etária entre os trinta e os quarenta anos de idade. É licenciada e trabalha num escritório.

Comecemos então pelo início. French Lady, tens ideia com que idade é que começaste a ver pornografia? Queres contar como é que foi?

Tudo começou por acaso, naqueles dias sem aulas da parte da tarde, em que um grupo de raparigas se juntou em casa de uma e tropeçamos numa velha cassete de VHS.

E o que é que te chama mais a atenção na pornografia? São os atributos físicos dos atores, é a performance; são os diálogos!? É o guarda-roupa? É o quê?

O que me puxa é a historia do filme em si, não ser sexo por sexo, dou muito valor a atores bem vestidos, uma boa representação do papel em si (e não falo do sexo!!) gosto muito de nos dias de hoje encontrar excertos ou peças de filme que tenha visto quando era mais nova e recordar.


Tens categorias de vídeos pornográficos preferidos ou consomes vídeos pornográficos à toa?

Vintage, italianos, alemães franceses.

E o que é que é há de diferente entre a pornografia dos anos oitenta e noventa para a pornografia que se faz agora?

Hoje em dia o pessoal so gosta do caseiro porque dizem ser caseiro, mas a má qualidade e a péssima performance tira a "pica" toda de se apreciar o filme. Sem duvida o porno de finais de oitenta, noventa e 2000 são dos melhores.

Eu tenho colegas que sabem os nomes e seguem até determinadas atrizes (passo a vida a ouvir falar no Cu-de-Melancia!)  Tu também tens atores ou atrizes preferidos, ou não ligas nenhuma a isso?

Não ligo mesmo… existe um ou outro que me recordo apenas para reviver velhas películas (risos).

Tens ideia quantos dias por semana vês pornografia?

Não tenho dias certos, talvez no mínimo 1 a 2 vezes por semana gosto :)

Sendo tu uma mulher casada, que terá certamente um homem sempre à disposição para te satisfazer, queres-me explicar a necessidade que sentes para ver pornografia? Ou a pornografia é uma rotina como quem vê todos os dias a novela da noite?

São coisas diferentes, sexo/ amor e masturbação, são ambas importantes no meu ponto de vista.


É já uma espécie de vício, como quem tem de comer chocolate todos os dias ou serve muitas vezes de motor de arranque para te masturbares? É frequente masturbares-te enquanto vês pornografia ou até é algo esporádico?

Gosto de ver e apreciar, e serve sempre para uma boa masturbação (riso)
Pode acontecer, como pode também não acontecer nada depende da qualidade e da sorte desse dia, há dias em que não se vê um filme de jeito!

Conta aqui aos seguidores-fantasma deste blogue, que tipo de relação tens com o teu marido para as pessoas entenderem. É uma relação tradicional, baseada na fidelidade; ou é uma relação aberta em que cada um pode pode ir petiscar ao restaurante que lhe apetecer?

Tradicional! Fidelidade, respeito, mas não se cruza o risco. É importante o balanceamento na relação caso contrario não funciona.

E o que é que tu dirias aquelas mulheres que acham que os maridos as estão a trair quando os apanham com a boca na botija vendo pornografia?

Não tem nada a ver. Não vivemos enclausurados, somos todos livres dentro do bom senso, e a ver pornografia não arrancamos bocado a ninguém nem ninguém nos arranca bocado.

Tu e  o marido vêem pornografia juntos, ou a pornografia funciona para ti como um refúgio e um mundo secreto?

Se calhar calha, mas não é frequente. Considero mais aquele teu tempo particular de qualidade ao qual o teu corpo merece.

Se é um mundo mais secreto: não receias ser descoberta?

Não há receios desde que tenhas os teus limites bem definidos e em ocasião alguma os ultrapasses.

Outra questão. Vocês mulheres, à semelhança dos homens - e eu ainda me lembro de, de manhã chegar ao trabalho e ter o e-mail cheio de pornografia enviada por colegas de trabalho - vocês mulheres também partilham vídeos pornográficos, ou ainda funciona tudo em segredo de justiça?


Algumas!! (Risos) As mulheres também tem o seu tempo de extravaganza.

Sinceramente: que é que achaste desta minha ideia parva de te entrevistar?


Simpática.

E para terminar...  Frech Lady, o que é que diz a tua vagina?

Não me diz nada!!

Ah ah ah!! Muito obrigado pela disponibilidade. Foi um prazer perder a minha virgindade como entrevistador contigo! Espero que tenha sido tão prazeroso para ti como foi para mim, e claro, desculpa a minha inexperiência! Para a próxima será melhor certamente!

4 comentários:

  1. Ahhh... eu adorei! Tanto o entrevistador quanto a entrevistada saíram-se muito bem.
    Eu acho que já está mais do que na hora desse tabu cair por terra. E, olha, eu posso até citar os meus atores preferidos. hehehe

    Beijos!
    Blog: *** Caos ***

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Continuo com o raio do problema de não estar a receber as notificações de novos comentários...
      Ai é? Tens atores preferidos e tudo? Então elucida-nos! Ah ah ah
      Beijo

      Eliminar
  2. Ora cá está um tema que realmente ainda é tabu, sobretudo entre mulheres. Não sou consumidora assidua de pornografia nem tenho actores ou actrizes preferidas mas, quando bem me apetece, vejo e sim masturbo-me e até já cheguei a ver com parceiros de aventuras. Beijo da Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Maria,
      Talvez ainda seja tabu entre mulheres, mas pior é eu ter colegas bem mais novos que eu que acham que as mulheres não vêem! quando as estatísticas dizem que no telemóvel as mulheres vêem cada vez mais!
      Acho que nem temos que criticar quem vê ou deixa de ver. Depois do dinheiro, talvez seja o sexo que faça mover o mundo! Fica bem. Beijo

      Eliminar