sábado, 28 de novembro de 2015

Sem tirar nem pôr

Sempre achei que devo ter a cara mais banal do mundo, pois desde adolescente que há sempre alguém a comparar-me com outra pessoa, que sou mesmo muito parecido com não sei quem.

E nos últimos dias isto voltou a acontecer.

Na última caminhada que fiz, faz hoje uma semana, ia eu a caminhar tranquilamente só nos meus pensamentos (que são sempre muitos) quando de repente uma senhora se aproxima de mim e pergunta-me:

- "O senhor não se chama Fernando"?

Esta senhora, professora da secundária, achava que eu tinha sido seu aluno.

- "Até a sua voz é igual. Sei que ele depois foi estudar artes para o Soares dos Reis no Porto. Ele tinha um irmão gémeo, mas há muito que não sei o que é feito deles".

(Depois fiquei a refletir como será interessante para os professores, imaginarem como serão aqueles jovens no futuro.)

Entretanto a meio da semana:

Olhando fixamente para a minha barba, como se ela tivesse crescido da noite para o dia, o patrão estabelece uma comparação que me surpreende:

- "Tu pareces aquele vocalista daquela banda...aquele tipo que tem uma pêra enorme"...

Eu tento ajudar:

- O baixista de System of a Down?


Shavo Odadjian, baixista da banda System of a Down

De facto nunca me tinha ocorrido. É que é, sem tirar, nem  pôr. 

24 comentários:

  1. Sr. Konigvs, pois..muito provavelmente não terá mesmo nada a ver a comparação, mas para quem não o conhece, poderia colocar uma foto só para a comparação ;)
    Assinado:
    Seguidora Fantasma :)

    ResponderEliminar
  2. Olá boa noite Seguidora Fantasma,

    Desde logo a minha surpresa, nunca que pensei que alguém perdesse o seu tempo a seguir a verborreia que aqui escrevo neste blogue, claro, tirando uma ou outra pessoa que me conhece.

    Mas de resto é curioso que ainda por estes dias uma amiga comentava comigo, isto a propósito até de eu não estar no Facebook e de eu lhe dizer que essa rede social não permite pessoas que usem pseudónimos e até incentivar os "amigos" dessas pessoas a denunciar pessoas que não usem o seu nome verdadeiro, e ela me dizer que mesmo que "quando vejo alguém sem fotografia fico logo desconfiada"! Curiosamente ela mesma, conheceu-me através de um fórum, como Konigvs e com a imagem de um Bufo Real. Já nos conhecemos pessoalmente há alguns anos, e eu até acho que nem me revelei nenhum psicopata!

    Quanto à sua pretensão peço desculpa mas vou ter de frustrar a sua curiosidade. Eu já tive uma fotografia minha no perfil do Blogger, logicamente assim mais reservada, mas ainda assim já o suficiente para me reconhecerem. E isto, ao contrário do que se possa pensar, não tem nada a ver com o facto de eu achar que sou mais ou menos atraente, ser mais ou menos tímido ou auto-confiante ou ter algo a esconder. Simplesmente eu não gosto de me expor, ao contrário do que a grande maioria das pessoas hoje em dia faz, que expõe toda a sua vidinha miserávelna net. E o mesmo se passa com o nome. Para quem passe pelos meus blogues, tanto lhes faz que eu me chame Manel, Joaquim ou António! Nós na rua também não trazemos o nosso nome escrito na testa não é?

    (e isto já quase dava uma nova entrada no blogue, sobre os porquês de alguém não usar o seu nome/fotografia na net!)

    Obrigado pelo comentário e bom resto de fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  3. Olá boa noite Sr. Konigvs,

    Não fique tão surpreso. Não acredito que pense que quase todas as visitas que tem no seu blog se devem ao facto de que as pessoas simplesmente "tropeçam" nele...
    Acredite, não sou a única pessoa, que mesmo sem o conhecer pessoalmente, perde tempo a visitar o seu blog :)

    E já há algum tempo que visito o seu blog, porque...admiro a forma como consegue colocar em palavras o que pensa.
    Gosto da sua espontaneidade, da forma como pensa e escreve, da sua paixão pelas coisas...

    E agora fez-me ir pesquisar o que raio é um bufo real! Sim, porque já me cruzei consigo num forum há uns anos, e sempre o conheci com uma imagem do que pensei ser uma coruja. Portanto, já fiquei a saber que o bufo real é a maior espécie de coruja existente no mundo, possui dois tufos de penas na cabeça (que parecem orelhas) e actualmente encontra-se em vias de extinção, principalmente devido à perseguição humana, claro.

    Em relação à minha curiosidade, eu é que peço desculpa (de verdade) se o incomodei com o facto de lhe ter sugerido que colocasse uma fotografia da sua barba. E não era minha intenção fazê-lo pensar que queria que se expusesse da forma que mencionou. Jesus! Que invasora de privacidade me saí! :)

    Em relação à sua foto, eu cheguei a vê-la há uns tempos..
    Mas o meu comentário não tinha como finalidade saber se é mais ou menos atraente, se é gordo ou magro, alto ou baixo, se o chamam de Joaquim ou Manel....
    E definitivamente eu não fico a pensar se é tímido ou não, se acha que é atraente ou se tem algo a esconder...
    É incrível como em 3 linhas apenas, poucas palavras portanto, consegui fazer com que ficasse com uma ideia errada do que eu possa pensar. Bonito serviço!


    Obrigada eu pela sua resposta e uma boa semana.


    P.S.: Bem...pela primeira vez que ganhei coragem para comentar no seu blog, correu bem correu...

    ResponderEliminar
  4. Olá boa noite... Senhora Seguidora Fantasma!
    Não é melhor deixar os formalismos de lado? ;)

    Eu acredito que as pessoas chegavam aqui por mero engano (ou por sorte) tão simplesmente porque eu nunca divulguei o blogue (nem este nem os outros dois) porque não estava nas redes sociais. E se as pessoas não sabem, não podem cá vir. É tão simples quanto isso. E eu sei bem quantas pessoas visitam o blogue todos os dias. É verdade que as coisas agora mudaram um pouco, porque eu associei a conta do Blogger/Youtube ao Google+ e vou partilhando por lá os disparates que vou escrevendo aqui, e então agora sei que há mais gente a ler. De qualquer forma, o que sempre me moveu a criar este blogue foi a minha vontade de ir escrevinhando quando coisa, e nunca ter seguidores ou algo do género. Agora não vou ser hipócrita, é lógico que gostaria de ter mais seguidores, e é lógico que se alguém lê, gostaria de ter um ou outro comentário de vez em quando. Mas se não tiver ótimo na mesma! Isto é como se fosse um diário aberto ao público, e eu sei que por vezes abro um pouco da minha intimidade, daí dar jeito ser anónimo. Aliás, cheguei a pensar na hipótese de criar este blogue, separado dos outros dois, de forma totalmente anónima, que ninguém soubesse, só mesmo eu! De resto, nos nossos diários, se os escrevêssemos, também não vai lá ninguém comentar não é? (Reflexão: - será que há diários do casal? Do género o homem escreve umas cenas, no dia seguinte a mulher pega, lê, responde... era capaz de ser terapêutico... Mas as pessoas nem sequer falam umas com as outras, quanto mais agora escrever! Está a ver? Estou sempre a pensar num monte de coisas ao mesmo tempo!)

    Obrigado pelas suas palavras. É um mimo que sabe bem ouvir, ainda para mais vindo de alguém que (supostamente) não nos conhece. E eu sei bem que tenho uma forma muito diferente de ver o mundo, e nem sempre é fácil aceitá-la. E até a linguagem que uso aqui, é diferente da que uso nos outros blogues, e se calhar que aqui chega, por exemplo, do Bucólico, poderá chocar-se com a pessoa que tinha imaginado lá.

    Já se cruzou comigo num fórum...hmm... Estou em crer que só poderá ter sido no fórum dos "malucos"! E eu ainda por lá andei cerca de um ano, como fui capaz? Foi nesse não foi? Mas como é que chegou até mim aqui? Eu comecei os blogues depois de ter saído de lá...

    Eu gosto muito da imagem dos mochos/corujas, são lindos! E lembro-me das gramáticas, ou de uma gramática que tive, que tinha um mocho na capa, pois como se sabe, é o símbolo da sabedoria. E depois é uma ave noturna, quase mística, com aquele olhar penetrante, e com aquelas vocalizações Uh Uh ... com crendices populares associado à morte, e depois roda a cabeça quase em 360º - como a miúda mijona do filme O exorcista! E o bufo-real é mesmo imponente :)

    Esqueça isso da foto a sério. Foi mera curiosidade, é normal, eu percebo perfeitamente, e as pessoas, todos os dias tiram montes de fotografias a si mesmas e aos outros para colocar na net. Mas ainda por cima aqui, eu nunca que colocaria ;)

    "Coragem" para comentar aqui? Mas porquê? Isto é um sítio tão humilde e despretensioso... E isto vale para si como para qualquer outra pessoa, estejam à vontade. Se lhe apetecer escrever, escreva! Diga bem, diga mal.. esteja à vontade. Ter algum retorno de quem vai passando por aqui é sempre interessante.

    E obrigado eu por perder do seu tempo a ler-me.

    ResponderEliminar
  5. Olá muito boa noite,

    Cá estou eu outra vez...não lhe desamparo o blog!
    Espero que não se importe que eu esteja a monopolizar os comentários ;)

    Por onde é que começo...
    Olhe, começo por lhe dizer que fico contente que não tenha optado por criar este blog de forma ainda mais anónima.
    A primeira vez que aterrei no seu blog, há talvez dois ou três meses (ainda não tive oportunidade de ver todos os posts), andava a fazer uma pesquisa no google sobre uma doença de pele, e ainda antes de começar a ler fosse o que fosse, deparei-me com a foto e o nome do titular do blog...E pensei cá comigo: "Não pode ser verdade...É mesmo o Konigvs?" Se dúvidas houvesse, claro que bastou ler uma coisinha ou outra para ter a certeza que sim. Era mesmo o Konigvs! :)

    Em relação à sua reflexão, eu ainda escrevo umas cartinhas por dia..as pessoas é que normalmente não gostam de as receber :D
    Agora a sério, é verdade que as pessoas cada vez falam menos umas com as outras...alguns relacionamentos (amorosos ou de amizade mesmo) terminam por isso mesmo, as pessoas não "arranjam tempo" para falarem, ou muitas vezes preferem mesmo não falar de todo.

    Não tem que agradecer, fui sincera.
    E não, eu não o conheço pessoalmente, mesmo. ;)
    Se conhecesse tenho a certeza que não me iria esquecer, mas pelo menos conheço um pouquinho mais de si do que o Konigvs me conhece a mim.
    Este mundo virtual é engraçado...

    De facto neste blog a sua linguagem é um pouco mais arrojada em relação aos outros que tem, mas tenho cá para mim que este é o Konigvs no seu estado puro e duro (posso sempre estar enganada)!
    Um nome que se adaptava bem ao seu blog, mas extremamente vulgar (o que escolheu é muito mais original, claro), era: "Sem filtros". Sem filtros na linguagem, sem filtros nos pensamentos, sem filtros nos temas :D
    Os outros blogs dizem respeito a temas mais sérios, é normal ter uma linguagem mais ligeira. Mas mesmo que os seus textos contenham uma linguagem ligeira, não há dúvida nenhuma que têm a sua assinatura (se me faço entender) ;)
    E mesmo que sejam mais sérios, é engraçado como eu, que não percebo nadinha de animais ou plantas, me deixo levar pela sua paixão pela natureza...acabando também eu por me interessar..Tem mesmo jeito para a coisa! Já pensou em escrever um livro? ;)

    Sim era esse forum mesmo!
    Eu cruzei-me consigo no sentido unilateral, é que nunca me cheguei a registar. Nem me lembro bem como é que dei com aquilo, mas o que é certo é que aterrei num tema em que o Konigvs estava a comentar e achei interessante o seu discurso.
    Não sei o que o levou a lá estar esse tempo, mas gabo-lhe o esforço, sim senhor! Ainda tentou abrir algumas cabecinhas, fazer com que vissem um pouquinho mais do que as suas mentes permitiam... ;)
    Mas é verdade que deixava algumas pessoas louquinhas com os seus comentários. :D
    Eu deliciava-me a apreciar como a sua argumentação, por vezes, deixava algumas pessoas doidas e sem capacidade para o acompanhar! As pessoas ficavam tão danadas por não saberem argumentar consigo que chegavam mesmo a partir para os ataques...Era caso para dizer que não chegavam para si! :D
    Deixei de o ver por lá, cheguei a questionar-me o que era feito de si. Deixei de ver os seus discursos, acabei por deixar de lá ir...

    Tenho que concordar consigo, os mochos/corujas são aves que têm um olhar mesmo muito intenso! E são aves lindas sem dúvida :)
    Mas mais uma vez, (e não é desconfiar do que disse mas fiquei incrédula!) me fez ir procurar mais uma coisa: Como é que é possível estas aves rodarem a cabeça quase 360º?!
    É verdade, rodam a cabeça até 270º! Uma habilidade que podem ter desenvolvido pelo facto dos seus globos oculares serem grandes mas quase imóveis. E a lição continua :)

    ResponderEliminar
  6. Já que concordamos deixar os formalismos de lado, podemos concordar que ao lê-lo eu não perco o meu tempo..Eu até aprendo alguma coisa quando passo por cá! Não acho que seja uma perda de tempo, não para mim. Sabe bem passar por aqui para descontrair do dia de trabalho.

    Espero não ter escrito demais...encolhi o mais que pude e mesmo assim tive que dividir os comentários :D

    Boa noite Konigvs :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá boa noite!

      Sinta-se à vontade, como disse é sempre bom ter comentários, e para mim também é interessante chegar a casa, e ter algo aqui (ou nos outros blogues) para responder.
      Mas é duplamente curiosa a forma como me descobriu. Mas é verdade, até à pouco tempo as únicas pessoas que descobriam este blogue, eram pessoas que pesquisavam sobre psoríase no Google e aterravam aqui. A segunda curiosidade é que durante todo este tempo que mantenho os blogues, escrevi sobre o nome de Aquifolivm, mas ao associar o Blogger com a conta do Google+ passei automaticamente a ter o nome da conta do Google que estava registado como Konigvs. E agora que penso, acho que criei este novo pseudónimo (nada existia na net com esse nome Aquifolivm) para me distanciar desse fórum onde estive. Não que me arrependa de algo que escrevi por lá, se não também poderia lá ir apagar, mas precisamente por querer escrever de forma ainda mais anónima.

      Pois, as "cartas" que hoje em dia recebemos são quase só contas para pagar! E claro que isso não conta. Mas infelizmente é assim mesmo. Quanto mais facilidades de comunicação temos à disposição, (net/telemóvel/chamadas e sms grátis) mais as pessoas são preguiçosas e se esquecem dos outros. Um amigo meu (ex-amigo? Amigo-sósia?) dizia-me certa vez: "tu és fodido". E eu acho que não exijo nada aos outros que não tenha dado já antes. E nas amizades as coisas têm de funcionar para os dois lados, não pode ser só receber, receber, receber. Eu pelo menos começo-me a fartar de só dar, dar, dar.

      É verdade que sim, quem me for lendo, a cada nova publicação nos blogues, pode ir fazendo uma espécie de puzzle e tentando juntar partes de mim... e claro, eu não conheço as pessoas que aqui comentam de forma anónima. E já aqui deixaram um ou outro comentário que eu fiquei muito curioso: quem será? Mas isso se calhar é o mesmo que algumas pessoas que aqui chegam - quem será este sujeito? É mesmo engraçado este mundo virtual.

      Nomes de blogues pffff! Eu andei uns três anos a pensar começar o primeiro blogue (aquele que haveria de ser o Bucólico). Três anos!! Foi sugestão de uma pessoa que mo sugeriu na altura "- porque não começas um blogue para contar das tuas erbices?" Três anos! Por causa de quê? Do nome! Eu queria que o nome fosse igual ao "link" e muitos nomes que queria já estavam usados... (eu prendo-me por detalhe) E depois acabei mesmo por começar o Plastrão, assim da noite para o dia! E às vezes o melhor mesmo é começar. Mas eu tinha muitas dúvidas. Que não ia ser capaz, que não ia escrever nada de jeito. E isso aconteceu em todos eles. Incluindo neste, que foi o último. E depois comecei a gostar de escrever, isto apesar de ninguém ler. Mas aí é que está, devemos escrever para nós, e não para os outros, e muitas pessoas desistem por não ter muitas visualizações, e eu acho isso parvo.

      Ah mas isto tem filtros acredite. Já deixei montes de textos a meio que não publiquei, Ou porque acho que não estou a conseguir estruturar bem as coisas, ou porque uma pessoa que me conhece já passou por aqui e tal.. "vê lá o que vais escrever". Há sempre alguma alto-censura, mas sim, aqui escrevo de uma forma muito mais "livre" sem paninhos quentes, é logo bruta! Mas também dos temas claro...E eu sei que isso choca muita gente, mas cá entre nós, eu também gosto de chocar com as mentalidadezinhas tacanhas. Mas este blogue tem andado bem menos agressivo e noutro tom, porque como é óbvio também se reflete no meu estado de espírito. É normal. (continua)

      Eliminar

  7. Um livro? Ah não, nem pensar! Isso é uma coisa séria, e eu não sei escrever! Eu sou uma pessoa extremamente humilde (e isto não é falsa modéstia acredite) eu sei que não sei escrever, tenho é às vezes uma ou outra boa ideia, mas é só. E para se escrever é preciso tempo, coisa que eu não tenho... Às vezes olho para trás, e penso no quanto fui feliz enquanto estive desempregado. E isto é verdade é preciso ser dito. Porque na verdade somos uns escravos nesta sociedade. São milhões de vidas completamente desperdiçadas. Eu interesso-me por tanta coisa, mas que não tenho tempo. Mesmo agora no horário de inverno, eu passo uma semana sem ver as minhas plantas, sem poder meter as mãos na terra.. e eu adoro fazê-lo. Mas acredite, eu sou a pessoa mais humilde que possa imaginar. Um livro? Isso é para gente culta ou muito inteligente, ou que pode pagar para os outros escreverem por eles!!

    Nesse fórum - habitado por 99% de mulheres! - eu sei que escrevia muito sobre relações e muito sobre sexo também, e política. Na volta aterrou num tópico com um destes assuntos. Aquilo ao início dava-me gozo, apesar de aquilo ter os seus grupinhos já bem definidos e eu fui para lá sem conhecer ninguém. Mas eu não era parvo, sabia perfeitamente que muito mulherio gostava de me ler, recebia muitas mensagens privadas, enquanto outros, claro ficavam chocados com o que liam. Mas a atenção e simpatia que algumas mulheres me davam, gerou por lá algum ciúme e até perseguição, e que conjuntamente com outras situações do próprio fórum em si, começou a levar a alguma saturação, e eu pensei que era parvo andar-me a chatear com pessoas que nem sequer conhecia. Aliás, comecei a deixar de me envolver em disputas argumentativas na net, porque é algo que despende muita energia, e precisamente com gente que nem conhecemos.

    Mas é curioso a esta distância (quatro anos?) agora pensar que eu trouxe muito desse Konigvs lá do fórum precisamente aqui para este blogue.

    Ainda este ano estive (como sempre) na Feira Medieval e via lá as corujas e mochos e ali ficava maravilhado a vê-las! E depois claro, a tentar fotografá-las, e quase sempre no momento certo que ia disparar, eles mexiam a cabeça!

    E esteja à vontade para escrever o que lhe apetecer. Eu também sei que escrevo muito (escrevo quase tanto como falo!) mas vá passando, e escreva também se lhe apetecer.
    E de facto é muito curiosa a forma como me encontrou. Como se eu fosse alguém conhecido da net, mas que na verdade nem sabe quem é, tal como eu nem faço ideia de quem seja.

    (Agora percebi o que quis dizer com dividir comentários!)

    ResponderEliminar
  8. Lol ;)
    O que eu queria dizer era "dividir o comentário". É o que faz a pressa..

    Sim é mesmo curiosa a forma como o "descobri" por duas vezes..há coincidências interessantes..
    Se realmente tivesse registado o blog com o nome de Aquafilivm (já reparei que gosta de substituir a letra u pela v), para se afastar do tal fórum,nunca saberia quem era...Não que eu agora saiba.. :)

    Desde cedo que nos ensinam: "tens que dar sem esperar receber nada em troca", mas na prática não é bem assim. Quem é que não gosta de receber, e não apenas gosta, por vezes precisamos mesmo! Nós podemos dar, mas também gostamos e precisamos de receber.

    Mais uma coisa em que concordo consigo, devemos de agradar em primeiro lugar a nós próprios, sem dúvida.

    Não se nota nada o que acabou de dizer acerca da estruturação dos textos, lá está, quem está do outro lado é que sabe, nós só temos acesso ao produto final! Para nós parece tão fácil como carregar num botão e tcharam! Aparece como que por magia!

    A humildade não tem nada a ver com o facto de poder ou não escrever um livro. Acha mesmo que não é inteligente? Hum..não me parece. Acredito que tenha muito mais cultura do que muitos autores que escrevem certos livros..Continuo a achar que teria sucesso ;)
    Mas infelizmente a falta de tempo é um mal que toda a gente sofre nos dias de hoje..é cada vez mais difícil gerir o nosso tempo, por mais ginástica que se faça ele nunca é o suficiente para fazer tudo o que gostaríamos..

    Bem..não fazia ideia que aquilo no fórum seria assim, nem que alguma vez pudesse ter sido assediado! Há-de ter sido um filme e tanto..

    É verdade, cerca de 4 anos depois..nunca pensei que o encontrasse a gerir 3 blogs :D

    Nunca fui a essa feira, mas já por diversas vezes ouvi falar, há-de ser interessante.

    Não acho que escreva assim tanto. Eu gosto de o ler.
    Assim como gostei muito de falar consigo.
    Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enganei-me no seu outro nome..é da hora ;)
      Queria dizer Aquifolivm.

      Eliminar
    2. Eu por norma não gosto muito de coincidências, ou melhor, gosto de lhes atribuir um qualquer significado. Gosto de achar que tudo tem um motivo... quando provavelmente é tudo fruto do acaso... E é curioso que ainda por estes dias, uma amiga dizia que eu gosto sempre de arranjar uma explicação mística para tudo.. Talvez queira mesmo. Mas ela apesar de me conhecer muito bem, também é das pessoas mais ateias que eu conheço, e por norma aí temos sempre visões diferentes.

      É lógico que eu quando ajudo alguém, não é como se estivesse a fazer uma espécie de seguro, para que, depois quando precisar invoque a boa ação já feita, para receber depois a minha que teria por direito. As coisas não funcionam assim. Eu ajudo, sou amigo, estou disponível, por achar que é assim que devo proceder, sem esperar nada em troca, e a este respeito refiro-me obviamente aquelas pouquíssimas pessoas que nos são verdadeiramente importantes. Não estou a falar de colegas ou conhecidos. E quando começo a notar que é preciso quase comprar vontades, então também me desinteresso, e espero que sejam os outros a ter o gesto de se reaproximares.

      Às vezes posso ter aquilo que penso que é uma boa ideia para escrever acerca, mas as coisas podem simplesmente não fluir, as frases não se encadeiam, não sei.. Outras vezes escrevo, e apesar de não me parecer grande coisa, acabo mesmo por clicar no "publicar". Às vezes tenho em mente escrever sobre determinado assunto, mas depois passa algum tempo, e depois já acho que passou o devido tempo.. Outras vezes começo a escrever e as coisas fluem bem e é muito fácil.

      Eu tenho consciência da pessoa que sou, do que valho, mas também das minhas falhas e das minhas lacunas. Mas sem dúvida que se pode ser muito inteligente e depois ter-se muitas outras falhas, é como tudo!

      Ah não, eu não fui propriamente asseado lá no fórum. Algumas pessoas perguntavam-me a minha opinião por mensagem privada, eu respondia, nada de mais. Nem nunca fui o meu intuito andar naquele fórum por estar recheado de mulheres (ainda por cima casadas na sua maioria) por forma a andar numa de engate. Acho que existem sítios na internet mais apropriados para isso. Aliás, se eu estivesse mesmo interessado nisso, registava-me no Facebook, dizem-me que, apesar de não ser um site de engate/sexo muita coisa divertida acontece por lá!
      Agora não gostei muito de começar a ser acossado lá pelo outro senhor, que sempre que eu escrevia algo, me tentava ridicularizar ou entrava em ataques pessoais patéticos - e certa vez mesmo eu denunciei o caso aos administradores do site, que me responderem que não iam fazer nada. Então eu para não o mandar para a puta-que-o-pariu e não me andar a chatear com aquilo, e porque o fórum em certa altura ( e eu até cheguei a criar um tópico sobre isso, sobre a falta de moderação do fórum, com dezenas de perguntas iguais todos os dias, como sobre a pílula/mentruação, aquilo já deveria parecer a revista Maria) então acabei mesmo por a partir de certo dia dizer para mim mesmo que não mais escreveria ali. E não tive qualquer ressaca por falta daquilo!

      A Feira vale de facto a pena. Marque na sua agenda de 2016 "Ida a Santa Maria da Feira" na primeira semana de agosto! É verdade que eu mesmo já critiquei a dita feira aqui no blogue, mas isto porque eu já lá vou quase desde o início. Mas pronto, esqueça as críticas, se já foi considerada uma das melhores feiras medievais do mundo, alguma coisa terá de bom certo? Pegue na família e vá lá, acho que não se irá arrepender.
      (Por falar nisso tenho eu de marcar para a mesma altura "Ir ao Intercéltico de Sendim"!)

      Eliminar
  9. Agora fiquei confusa ;)
    Não gosta de coincidências ou acha que existe um motivo para elas acontecerem? Ou as duas coisas?
    Uma amiga uma vez disse-me (por outras palavras) que "as coincidências" são formas que a vida encontra para nos colocar no caminho que está destinado para nós...
    Eu cá não tenho nenhuma teoria..mas acho que por vezes as coincidências são só isso mesmo, coincidências! Outras vezes não sei...dou por mim pensar que certas coincidências, com o tempo, me levaram a ir por outro caminho, a agir de forma que não agiria se elas não tivessem acontecido...
    Quer saber outra coincidência? Acho que tenho a mesma diferença de idade de si que tinha do meu primeiro namorado! E ele adorava Heavy Metal e Hard Rock..Só ouvia daquilo no carro (metia as cassetes e lá ia ele), em casa, no trabalho..Será que é do ano em que nasceram? ;) (não quero com isto dizer nada, espero que não leve a mal, foi só para partilhar uma coincidência que descobri entretanto e achei curioso)

    Sim, eu não quis dizer que quando ajudamos alguém ficamos naquela de "Ah eu vou ajudar o gajo porque depois ele também me vai ajudar!" Eu ajudo porque quero e gosto. Aliás não me sinto bem em deixar alguém na mão...não sei dizer que não a um amigo ou familiar e isso às vezes também não é bom... Mas quando precisamos de uma mãozinha ou de um ombro amigo sabe bem podermos contar com essas pessoas..e quando elas nos "falham" ficamos um pouco ressentidos...

    Todos os bons escritores têm brancas :)

    Falhas todos temos, somos humanos, mas isso não nos define!

    Foi eu que entendi mal. Sabe, quando começou a falar que aquilo era para aí 99% de mulheres, pensei logo o pior! Lol
    Isso se andavam lá no engate ou não, não sei..nunca me apercebi de nada, mas também se andassem não era da minha conta..Eu só me queria rir um bocadinho na maior parte das vezes :)
    Com toda a certeza que não li todos os tópicos que criou ou todos em que participou, por isso há coisas que nem me apercebi..
    Sei que havia ou haviam alguns homens um pouco ciumentos sim, isso juntamente com o facto de não conseguirem argumentar consigo fazia com que começassem a atacá - lo. Mas acho que tomou uma boa decisão. A prova disso está nos blogs que criou!

    Obrigada pela sugestão, vou já marcar na minha agenda. Mas ainda vou dar uma espreitadela nas suas criticas, só para estar informada ;)
    E o interceltico de sendim é exactamente o quê? Já falou dele no blog?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ha ja algum tempo que andava para lhe dizer, nao é que precise que eu o diga claro, mas se por acaso eu escrever alguma coisa que não devia, sinta-se à vontade para eliminar os comentários..

      Eliminar
    2. Nem é o facto de gostar ou não gostar, é muitas vezes atribuir-lhes significado, quase não querer acreditar que é tudo obra do acaso. O porquê de ter virado á esquerda e ter encontrado determinada pessoa, naquele exato momento, quando poderia ter virado à direita e não a encontraria. E já me aconteceram coisas realmente muito estranhas…
      Bom realmente isso seria muito curioso, haver esse gosto por esse tipo de música, e eu fazer a mesma diferença de idade do seu namorado – maior coincidência seria até nos conhecermos de vista! – E claro que não levo nada a mal.. Agora até me lembrava que certa vez um dos ataques que me fizeram lá no fórum era que era deveria ser um gaijo daqueles “machos” do Hip Hop com cordões de ouro ao pescoço… Coitados, eles não sabiam mesmo nada de mim! Quanto à idade, bom, para saber se somos do mesmo ano eu teria de lha dizer!
      Em relação ao fórum não, nunca se passou nada desse género, apesar de até andar por lá muita gente a falar em “recrutar”, malta que queria juntar uma terceira pessoa à festa e tal. Agora, eu tinha as minhas fontes, e soube de casos, em que quando, por exemplo, uma mulher se queixava de falta de “interesse” por parte do marido, choviam logo umas quantas ofertas por mensagem privada, de bons samaritanos claro, a oferecerem-se para prestar o serviço!
      Mas o problema é mesmo esse. Eu já tive conflitos, imagine, até num fórum de tartarugas, e em que também envolvia algum ciúme! Em que quando as pessoas não têm argumentos, partem para os ataques pessoais, porque eu sou este ou aquele, e eu detesto isso. Porque isso não é sério, não é honesto intelectualmente. Cada pessoa tem as suas ideias, e pode-se discutir, mas virem-me com ataques pessoais é que não. Mas já há algum tempo que me decidi a não entrar mais nesse tipo de discussão mais apaixonada na net, e a levar as coisas a peito, ainda por cima, como já disse, com pessoas quem nem conheço. Não vale mesmo a pena e o dispêndio de energia.
      O Intercéltico de Sendim, é um festival de música celta lá para cima para o norte, distrito de Bragança creio. Já há imensos anos eu ando a dizer que hei-de ir e depois, por este ou aquele motivo, acabo sempre por nunca ir. Veremos se é para ano. Tal com a 6ª feira 13 em Montalegre, ou o Imaginarius também em Santa Maria da Feira.

      Sim, a nossa conversa aqui nos comentários é sempre pública, também se depois quiser eu posso apagar os comentários apesar de a si ninguém saber mesmo quem é! Mas também se quiser conversar de forma mais reservada tem o meu contacto de e-mail aqui no fundo das mensagens. Por mim esteja à vontade.

      Eliminar
  10. Ah não,  não precisa de me dizer a sua idade..Eu sei :)
    Se nao soubesse nao teria chegado à conclusão de tal coincidência curiosa.
    E não, não nos conhecemos nem de vista.. A menos que dê apoio técnico pelo telefone. No trabalho temos que trabalhar com algumas plataformas tao boas (nao fossem elas pertencer ao estado), que volta e meia lá estou eu a ligar para a linha de apoio informático. Se fosse esse o caso ainda colocaria a hipótese de termos falado pelo telefone.
    Eu vivo muito longe do Porto...é raro lá ir aliás.

    Ainda em relação ao fórum, realmente isso passou - me tudo ao lado porque nem nunca me cheguei a registar mas acredito que haja muitas coisas dessas por lá...
    Não que eu critique as escolhas de ninguém,  podem fazer trios, trocas de casais,  tudo ao molho, ou seja lá o que for! Se bem que se calhar há sítios mais apropriados para isso, digo eu..

    Muitas vezes as pessoas não sabem respeitar as ideias dos outros, infelizmente.
    Bem, estou a ver que é uma pessoa que provoca muitos ciúmes a muita gente! Faz de propósito? Lol
    Não vale mesmo a pena despender energia  com essas pessoas...

    Parece-me que gosta muito de feiras e festivais. Costuma ir a muitos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse "eu sei" assusta-me um pouco...

      E eu quando mencionei que nos poderíamos conhecer de vista, era eu e o seu namorado! não eu e a ... SF!

      Mas deve-se lembrar dos tópicos que se colocavam por lá, de gente a dizer que queriam experimentar isto e aquilo, como fazer, blablabla era mais por aí. Mas de resto, pelo menos comigo nunca se passou nada demais. Mas não duvido que se passaria muita coisa com as mulheres lá do fórum. Como aliás se passa normalmente, nos assédios do dia-a-dia.. Se bem que as coisas têm vindo a mudar, e cada vez mais as mulheres são tão ou mais predadoras que os homens...

      Ciúmes? Só se for mesmo na net.... Nem diria ciúmes, é mesmo essa questão das ideias, de ou não se entender ou não respeitarem a diferença. De resto não tenho nada para poder ser invejado.. Como dizia o outro "não são rico, bonito nem grande jogador da bola"!!

      Sim, gosto de feiras medievais e eventos desse género. Festivais de música (até concertos) já não vou há bastante tempo. E aquela ida às Noites Ritual (que contei aqui no blogue) acho que quase nem conta...

      Eliminar
    2. Não queria assusta-lo...
      Eu sei porque algures num post disse o ano em que nasceu..apenas isso.

      Pois até o pode conhecer, quem sabe..Eu já não falo com ele há muitos anos..

      Sinceramente não me recordo mesmo disso lá no fórum, mas ė verdade que as mulheres estao cada vez mais..."predadoras".. E então quando se juntam todas, socorro!

      As pessoas não invejam só bens materiais. As pessoas invejam muito mais do que isso..

      Noites ritual? Ainda não cheguei a essa parte..

      Eliminar
    3. Nem sabia que já tinha dito em que ano nasci. Mas eu já escrevi tanta coisa que me é quase impossível saber!

      Este mundo das "tribos urbanas" não é assim muito grande, e o nosso país não é nada grande também. Mas ainda assim talvez fosse mais provável conhecê-lo se ele fosse uma gaija, daquelas que se vestem com rendinhas, todas gós e tal!

      Eu depois vou lá fazer uma pesquisa e mostro-lhe alguns tópicos, posso estar enganado mas acho que não.

      Sim é verdade. Há pessoas inequivocamente más. Não que eu seja propriamente "bom"... mas às vezes até o nosso desprendimento e simplicidade pode ser invejado..

      Hmm...presumo então que está a ler o blogue do princípio para o fim então... Admiro-lhe a paciência e a pachorra!

      Eliminar
  11. Por acaso não. Vou lendo de vez em quando e aleatoriamente..
    Desejo-lhe os parabéns e boa sorte.
    SF

    ResponderEliminar
  12. Faz mais sentido assim, ler quando apetece o que apetece, ler de princípio a fim seria um pouco mais obsessivo, mas por outro lado era capaz de se aperceber mais facilmente da evolução que o blogue foi tendo.

    É notívaga ou tem insónias? À hora que submeteu o comentário deveria estar a dormir...Quer dizer... na verdade eu nem sei se está em Portugal..
    Mas "boa sorte"... Está-se a despedir? Espero que não...

    ResponderEliminar
  13. Não me diga que ainda nem me fui embora e já sente a falta dos meus comentários? ;)
    Não, não me estava a despedir, mas já estão aqui tantos comentários que já nada têm a ver com o post que fez, que quando dei por ela pensei: "É melhor terminar de escrever por aqui senão o Sr. Konigvs ainda se vai assustar quando se aperceber do mesmo que eu!"
    Mas vai na volta ainda gosta de conversar comigo também, ainda que eu o assuste.
    Na verdade aquela noite não correu lá muito bem não..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uiiii onde a resposta a essa pergunta me poderia levar! Leu o "Nunca me deixes"? Lá eu levanto só a ponta do véu...
      Mas tem muitos outros "posts" onde pode comentar! - sim é lógico que acabaria por acontecer o mesmo que aqui, porque estamos simplesmente a conversar genericamente...
      E não é propriamente assustar - sim, ontem enquanto conduzia, pensava "mas onde é que eu disse o ano em que nasci lá no blogue"? E de repente veio-me à cabeça "as músicas do ano em que nasci"! Ah pois, terá sido aí, pensei. De resto eu não sou muito paranóico - é verdade que já pensei que poderia ser uma certa pessoa que há alguns dias veio aqui comentar que tinha saudades minhas.. Mas não sou propriamente paranóico nem assustadiço. Aliás, eu tenho uma doença grave congénita, que é confiar nas pessoas! Agora, assusta um pouquinho, sabr que uma pessoa desconhecida sabe "tanto" sobre nós. E agora que penso, ser figura pública deve ser terrível, toda a gente acha que tem o direito de julgar, que sabe tudo daquela pessoa... Que bom que é ser desconhecido!
      Então mas que é que se passou nessa noite?
      Ah, e não me trate por Sr. por favor! Tenho 25 anos lembra-se?!

      Eliminar
    2. Será que me pode ajudar? Não consigo encontrar o seu e-mail..

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar